Aroma F

domingo, 5 de julho de 2009

Cucu

Meti-te no pedestal, e agora estou a tentar, sem sucesso, alcançar-te.
Pedi ajuda ao guru, aquele a que fui apresentada. Devo confessar-te, acho que ele não sabe o que fazer comigo. Evoquei os meus sentidos, como ele disse, supostamente iriam levar-me ao meu caminho visto ter-me desviado do trilho predestinado.
Só te via a ti, minto. Via as nossas memórias, como aquela noite, à beira do rio, em que fui vestida, mergulhar, e tu ficaste a rir-te de mim. Tão tonta que era, tão tonta que sou, ai, e como tu gostavas, e gostas…
Perdi-me num trilho predestinado, o teu, e agora encontrei um lar aqui. Não me peças para retornar ao meu, se acreditas no destino como o dizes, então é porque o meu trilho é o mesmo que o teu.
Eu estou feliz, embora perdida.
O teu sorriso, as tuas poucas mas doces palavras. Ai como mexo contigo.
(Ele ri-se e chama-me parva.)
Somos assim.

6 comentários:

Pequenina disse...

Estás Feliz...

Isso é o que mais importa =')

Vais encontrar-te *

Tetê disse...

Filipa,

toda vez que chego aqui o encanto se faz
e em suas palavras,
me lembro do quanto fui feliz aos 20 anos...

nossa! quanto tempo...


mas hj, em especial vou te fazer um pedido, como quem fala a uma filha:

-Querida, mesmo que seu príncipe caia do cavalo, não desista dele, nunca! ou se ele então, se perder no trajeto... continue a busca.



Bjus, Linda!
Do fundo do coração!!

pinguim disse...

gosto muito da imagem :) *

Lii disse...

Gostei tanto deste :')

Escreve mais ^^

És verdadeira no que escreves, gosto muito disso .

Beijinho * [continua]

Rita disse...

adorei todos os textos, mas especialmente este. não sei porquê indentifiquei-o muito comigo :x

desculpa a invasão :$

®oger disse...

novo amor???
espanholito????
loool k tal tem passado a menina???nnk mais a vi por banda nenhuma!!